Guarujá flexibiliza prática de esportes individuais nas praias a partir do dia 15 de Junho

 

Caminhantes, corredores e surfistas podem voltar à orla, porém, apenas em horário pré-determinado.

 

Alguns serviços já foram liberados no Guarujá, entre eles, o serviço de imobiliárias com hora marcada para não haver aglomeração de pessoas. A Praias Imobiliária está preparada, todos os profissionais estão orientados a seguir as recomendações de prevenção à COVID-19. Os atendimentos e processos estão sendo agendados pelo nosso WhatsApp: (13) 3398-4000. Clique aqui para fazer seu agendamento.


A partir do dia 15 de junho, a  prática de esportes individuais na orla das praias de Guarujá estará liberada. É o que consta no decreto municipal nº. 13.712, publicado no Diário Oficial do Município dia 11 de Junho. Ele faz parte da série de providências que a Cidade toma após a entrada da Baixada Santista na faixa laranja do Plano SP, do Governo do Estado, que dá mais autonomia para os municípios tomarem decisões acerca das restrições e flexibilizações durante o enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus.

 

Caminhadas e corridas podem ser feitas a qualquer horário do dia nos calçadões, porém, se os praticantes optarem por realiza-las na faixa de areia, terão de obedecer ao horário determinado para tal: das 6 às 10 horas. A prática em ambos os locais é condicionada ao respeito do distanciamento mínimo de 5 metros entre os caminhantes e 10 metros entre os corredores.

Os surfistas  também poderão retornar às águas a partir da próxima segunda, mas com horário restrito das 6 às 10 horas. Estão permitidas as modalidades prancha, longboard, bodyboard, standup, standup paddle e kitesurfe. Além deles, podem ir ao mar caiaques e canoas individuais.
A permanência de pessoas no mar e faixa arenosa estão condicionadas apenas à prática dos esportes individuais, respeitando os horários indicados e as regras de distanciamento. Ou seja, quaisquer outras hipóteses continuam proibidas.

Nos feriados, pontos facultativos e nos chamados feriadões prolongados, as práticas citadas acima seguem proibidas. O objetivo é desestimular a vinda de pessoas de pessoas de outras cidades.

Por fim, o texto coloca que todas as permissões contidas podem ser reavaliadas a qualquer momento, a depender da dinâmica da pandemia no Município, que é medida pelos boletins diários emitidos pela Secretaria de Saúde. Todo o regramento será monitorado pela Fiscalização Municipal, com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM).





Mari Gonzalez e Jonas Sulzbach na Riviera de São Lourenço
O casal de influenciadores digitais, a convite da Praias, passaram um tempo longe da cidade grande e conheceram a Riviera de São Lourenço. Hosp...
28/SET
VER MAIS
Pandemia acelera busca por imóveis na Riviera e no Guarujá
O mercado imobiliário vive um bom momento no Brasil.A crise sanitária despertou novos hábitos e necessidades de moradia, como a preferencia por im...
28/SET
VER MAIS
Praias: Imobiliária na Riviera de São Lourenço
A Praias imobiliária atua no mercado desde 1962. Com características inovadoras, traçou uma história de trabalho e respeito, baseado em simpatia...
22/SET
VER MAIS